Ciúme possessivo como controlar

O ciúme pode ser definido como medo ou receio de perder, do mesmo modo que pode ser um tipo de zelo de amor. É uma característica universal e comum a todas as pessoas, mesmo que existam alguns que neguem senti-lo, provavelmente já passaram por alguma situação em que experimentaram este tipo de medo ou cuidado.
O ciúme pode ser positivo, se tiver objetivo de proteção de uma relação significativa ou diligência relacionada a algum objeto material, exemplo; carro, animal de estimação e posição, como por exemplo, de um cargo no trabalho.
Mas pode ser negativo dependendo da intensidade, se for causa de prejuízos para a pessoa quando esta não consegue ou opta por não expressar seu ciúme se tornando ansiosa e até deprimida, ou ao contrário quando a pessoa age coercivamente para com o outro, agredindo fisicamente e verbalmente, fazendo exigências, ameaças, restringindo o comportamento do outro, e até cometendo homicídio comumente seguido por suicídio. Conforme o agravo das conseqüências das ações motivadas pelo ciúme classifica-se, como ciúme possessivo, no qual há desejo de total controle e sobre a outra pessoa bem como os seus sentimentos e comportamentos.
Controlar o ciúme possessivo é uma tarefa difícil, haja vista a invasão constante e incontrolável de pensamentos de dúvida, vergonha, humilhação, culpa, vingança e insegurança, geralmente quanto ao comprometimento e a fidelidade do outro.
Em muitos casos a ameaça a relação é apenas imaginária, como em outros há provocação de um dos cônjuges.

Ciúme possessivo como tratar

Segundo a algumas conseqüências como; o desemprego, pois o ciúme pode incapacitar a pessoa no trabalho, se causa desconcentração.
A vida sexual pode ser amplamente perturbada devido à desconfiança.
A probabilidade de separação conjugal é aumentada ou quase prevista.
E o pior é o aumento do risco de ocorrerem atos de violência.
Nestes casos é essencial tratar o ciúme possessivo.
Em havendo dificuldade em controlar o ciúme, é aconselhável procurar tratamento psicológico.
Dependendo da gravidade do prejuízo que o ciúme tem causado, faz-se necessário o encaminhamento a tratamento farmacológico.

Sintomas de ciúme possessivo

Os sintomas deste tipo de ciúme são ansiedade, raiva, baixa auto-estima, remorso, pensamento obsessivo, aumento do desejo sexual.
As reações mais comuns são: perguntas repetidas sobre episódios passados e atuais. Realização de visitas e contatos telefônicos habituais ou surpresa. Constante exame de bolsos, carteiras, contas e roupas íntimas. Espreita de telefonemas, espionagem de correspondências e contatos virtuais. Escolta do cônjuge e até a contratação de detetive particular sem conhecimento do mesmo.

O ciúme possessivo pode ser desagradável, e pode gerar muito sofrimento pela insegurança que traz, sendo muitas vezes irracional, provoca culpa de sentir ciúme e de prejudicar o outro, pode motivar agressões, rejeição e exclusão e é considerado muitas vezes uma loucura, contudo, uma loucura trivial.

GD Star Rating
loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>