Esquizofrenia sintomas positivos e negativos

mulher  se abraçandoOs sintomas da Esquizofrenia são agregados em dois tipos, o tipo I envolve os sintomas positivos, já o tipo II os sintomas negativos, sendo o diagnóstico constituído pela apresentação de no mínimo dois sintomas positivos juntamente com os sintomas negativos no período de um mês ou menos, até seis meses.
São considerados como sintomas positivos, as alucinações sendo estas auditivas e visuais, em que a pessoa alega ouvir ruídos, zumbidos, vozes e/ou ver imagens e pessoas que só a mesma visualiza. Há também delírios de perseguição, de grandeza em que a pessoa entende que é outra personalidade como, por exemplo, algum super herói, e também delírio de ciúme, somático e de misticismo. O pensamento se torna incoerente, ilógico e o comportamento é totalmente alterado e bizarro, marcado por uma desenfreada agitação motora e total descuido com a higiene pessoal.
Os sintomas negativos são caracterizados pela pobreza do conteúdo do pensamento expressos pela pessoa em seu discurso. A afetividade é embotada ou rígida, a pessoa não consegue se emocionar ou sentir prazer, perde a vontade e a iniciativa própria, se isola, não consegue realizar atividades de sua preferência e se concentrar.

Esquizofrenia sintomas iniciais

cabeça humana com o cérebro em destaqueOs sintomas iniciais podem surgir na adolescência ou nos primeiros anos da vida adulta, sendo raríssimos casos infantis, estes quando diagnosticados apresentam comumente alucinações visuais.
A esquizofrenia tardia que é após os 45 anos de idade, apresenta delírios e alucinações, já com a pessoa que tem mais de 60 anos ocorrem deficiências sensoriais, como perda auditiva.
No início se percebe sutilmente algumas alterações comportamentais que vão se atenuando com o tempo, como isolamento, desinteresse, perda de energia, descuido pessoal, humor deprimido, podendo surgir e permanecer por algumas semanas ou até meses antes do aparecimento dos sintomas mais graves.

Esquizofrenia causas

mulher agachada com a cabeça entre os braçosAs causas da Esquizofrenia são desconhecidas, porém existem várias teorias que tentam explicar sua gênese a partir de fatores de ordem psicológica, social ou biológica.
A hipótese biológica versa que a Esquizofrenia pode advir através de herança genética, visto a maior probabilidade de desenvolvimento da doença devido a este fator. Ou também conseqüente a complicações na gravidez que acarretam a má nutrição do feto atribuída a alguma doença da gestante, e outras alterações cerebrais.
Como fator psicológico é tido como influência no desenvolvimento da doença o relacionamento familiar conflituoso ou a inadequada comunicação interpessoal devido à baixa autoestima ou também eventos estressores vivenciados. No geral, a pessoa com Esquizofrenia tem duas dificuldades, uma destas é conclusão da escolarização e a outra é permanência em trabalho por tempo prolongado.

A esquizofrenia afeta a vida social e ocupacional da pessoa e as mudanças comportamentais são percebidas por familiares e amigos, que precisam encaminhar a pessoa para tratamento.

GD Star Rating
loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>