Inclusão social para deficientes

inclusão socialA inclusão social é respeitar, favorecer acessibilidade e é também promover e incentivar a autonomia da pessoa que possui deficiência.
É fato que a limitação de uma pessoa não exime seus direitos, sendo assim, a sociedade deve estar preparada para aceitar e respeitar a todos sem distinção.
Agir com naturalidade, delicadeza, espontaneidade e humor sem exageros. Não denotar expectativa de que a pessoa supere sua dificuldade ou superestimar suas dificuldades. Evitar incorrer num tratamento infantilizado, oferecer ajuda e respeitar se houver recusa. São algumas das ações que proporcionam a integração no convívio social de pessoas com deficiência.
Considerando que cada deficiência requer um tipo de atenção, seguem algumas instruções.

Inclusão social para deficientes físicos

menina brincando de bola com menino em cadeira de rodasQuando a deficiência for física a pessoa terá dificuldades de se locomover, desta maneira para a acessibilidade destes deficientes é necessário trajetos livres de obstáculos, sejam estes móveis ou concretos.
Este tipo de deficiência precisa contar com escadas para cadeirantes e portas com a largura adequada. Banheiros adaptados e reserva de vagas no estacionamento que estejam próximas ao acesso do local.
Em lugares em que o acesso é feito através de catracas, tem de haver portões laterais para o deficiente físico poder transitar.
Em contato com cadeirantes converse no mesmo nível, nem acima e nem abaixo e não se apóie na cadeira de rodas, muleta ou na bengala da pessoa.

Inclusão social para deficientes visuais

leitura em braileA pessoa com deficiência visual necessitará, sobretudo de orientação e ser conduzido em determinadas situações. É sempre bom oferecer ajuda, narrando o trajeto, avisando antecipadamente a existência de degraus, indicando as distâncias em metros. Ter cuidado com obstáculos, se possível eliminá-los para evitar acidentes.
Se não souber como ajudar peça que explique como proceder, e não deixe a pessoa falando sozinha.
Os elevadores deverão ser equipados com signos em Braille e comunicação auditiva.
Não brincar com o cão guia, visto que está a serviço do deficiente.
A diferença de um deficiente visual é só a ausência de visão, portanto deve ser tratado como uma pessoa que enxerga perfeitamente.

Inclusão social para deficientes auditivos

desenho comunicação em librasSe a deficiência é auditiva será difícil para a pessoa a comunicação e a interação.
É importante verificar e tomar cuidado com o nível de ruídos.
Ao conversar manter contato visual permitindo que a pessoa enxergue as expressões faciais, falar de frente e não de perfil ou atrás da pessoa. E para falar não é preciso gritar.
O bom é conhecer a linguagem de sinais para se comunicar melhor com o portador desta deficiência.
Dispor painéis eletrônicos, placas ou banner com avisos. Fornecer material impresso em Braille.
A comunicação pode ser também por escrito, sms e email.

As pessoas que possuem deficiência necessitam de oportunidades para serem independentes e auto-suficientes e isto só ocorre numa sociedade que pratica a inclusão social.

GD Star Rating
loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>