Resumo do Humanismo

estatua e imagem de dois globos terrestres ao fundoO humanismo teve início no séc. XIV, sendo o período de transição entre a Idade Média e o Renascimento, antecedendo ao período histórico do feudalismo em que os senhores feudais, os donos dos lotes de terras, mantinham o poder jurídico, econômico e político como também o clero, ou seja, a Igreja Católica mantinha o domínio religioso, influenciando o pensamento e o comportamento das pessoas. Desta maneira, toda economia era administrada pelos senhores feudais e o conhecimento intelectual era de responsabilidade da Igreja. Apenas quem fazia parte destes poderes tinha acesso aos recursos e ao aprendizado.

Através, da revolução industrial e o uso de máquinas ocorreu à descentralização dos poderes econômicos, sendo aos poucos substituído pelo capitalismo através das transformações sociais, políticas e econômicas, ocorridas a partir do sec. XV. Com o avanço da ciência e da tecnologia, como também da indústria e do comércio estabeleceu-se a diversidade de serviço. Em decorrência destes acontecimentos uma nova classe social emerge, sendo esta a burguesia, marcando o surgimento das pequenas cidades, denominadas de burgos.

Humanismo características

homem acima e ao centro do universoUma das idéias principais modificadas neste período foi a respeito do Teocentrismo apregoado pela Igreja em que Deus era o centro, sendo então substituído pelo racionalismo, ou seja, as pessoas começaram a questionar os poderes que os oprimiam, originando outra cultura, na qual o homem passa a ser o centro de tudo, na verdade Deus continua sendo o centro, mas o homem passa a exercer o livre arbítrio, decidindo assim seu destino, sendo esta, uma visão antropocêntrica, isto é, o homem é o centro do universo. Logo, a historiografia, a poesia, a prosa e o teatro foram apropriados por esta nova forma de pensamento.

Humanismo literatura

homens pescando na mente humanaOs destaques literários indicam os autores e as obras de produção historiográfica de Fernão Lopes, que foi o 1º cronista, suas obras são a Crônica d?El Rei D. Pedro, Crônica d?El Rei D. Fernando e Crônica d?el Rei D. João I, registrando a vida dos personagens e os acontecimentos históricos. Como também a poesia Palaciana, produzida por nobres, destinada a estes e também aos fidalgos. Como eram produzidas nos espaços físicos dos palácios abordavam a realidade local, retratando montaria, as festas, trajes, comportamentos e os assuntos pertinentes a época. E também as peças teatrais populares de Gil Vicente, que foi o maior representante deste período histórico, por ser o fundador do teatro português, redigindo mais de 40 peças, com poesias de amor, sátira e religião, polemizando através da crítica.

O Humanismo caracteriza a forte confiança na racionalidade e na experiência, passando estas a serem à base do conhecimento.
A visão em relação ao homem é inovada e passa a ser positiva e otimista, pois versa que o ser humano é inerentemente bom.
Neste período também a psicologia é acrescida por uma nova abordagem sendo esta humanista, fundamentada em uma visão potencial do homem.

Mais sobre Resumo do Humanismo

GD Star Rating
loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>