Síndrome de Burnout a Doença do Trabalho

homem de costas com a cabeça em chamas esfumaçantesO trabalho é o fundamental para o ser humano, um meio de sobrevivência, mas que pode desenvolver no trabalhador uma série de sintomas de estresse, que quando não tratado de forma adequada pode converter-se no que caracteriza a Síndrome de Burnout, um estresse que deprime o trabalhador, que passa a demonstrar esgotamento emocional e físico, pois o serviço é desempenhado de forma exaustiva, ultrapassando o limite de despendimento total de energia psíquica, dessa forma o trabalho acaba sendo fonte de excessivos e prolongados momentos de estresse.

Esta síndrome é observada em profissionais que ativamente se expõe ao contato interpessoal, responsabilizando-se em resolver questões ou solucionando problemas pessoais, como também em profissionais que atuam num âmbito competitivo, utilizando técnicas ou dispondo de agilidade em métodos que exigem empenho pertinente como, por exemplo, médicos, psicólogos, agentes penitenciários, assistentes sociais, comerciários, professores, secretários, recepcionistas, enfermeiros, funcionários de departamento pessoal, telemarketing e bombeiros. São pessoas que se envolvem intensamente no exercício de suas funções, sendo autossuficientes, motivam-se a si mesmas, porém ao se responsabilizarem pelo sucesso ou fracasso acabam perdendo a motivação.

Síndrome de Burnout sintomas

mulher no escritorio com muitos papeisSeus sintomas podem ser: privação do lazer e isolamento social, mantendo metas inalcançáveis sente-se na obrigação de trabalhar o máximo de tempo possível, pois sua autoestima está relacionada à capacidade de realização e sucesso profissional, buscando-o de maneira repetitiva e persistente e quando não alcançada, o trabalhador avalia-se negativamente, demonstrando comportamento agressivo e irritadiço, apresentando também dificuldade de concentrar-se, tomar decisões, relaxar e repousar demonstrando distúrbios do sono, constante cansaço, tensão e dores musculares. O isolamento, a desesperança e impaciência são facilmente observadas e comuns desta síndrome.

Síndrome de Burnout como tratar e prevenir

mulher fazendo terapia com a psicologaÉ aconselhável que o trabalhador realize psicoterapia, pois será levado a conhecer o fator causal de seus sintomas, através do autoconhecimento, a interpretação de suas emoções e comportamentos, é necessária a reflexão e busca da melhor forma de lidar com as situações emergentes do trabalho. Dependendo dos sintomas será necessário a utilização de medicamentos, como antidepressivos. A prevenção pode ser realizada pela organização da qual se está inserido através de bom clima corporativo, palestras e treinamentos, dinâmicas com atividades que desenvolvam as relações pessoais. É fundamental que a empresa possibilite ao trabalhador a concessão de seus direitos como, por exemplo, férias.

A síndrome de Burnout tem alcançado gradualmente as profissões, a atenção voltada aos sintomas já citados é essencial para cura e prevenção.

Leia mais sobre Síndrome de Burnout

GD Star Rating
loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>