Tem cura para a Fobia Social?

mulher olhando entre a cortinaA Fobia Social é caracterizada pelo medo de exposições públicas que exijam o contato com pessoas, principalmente nas situações que tenha que desempenhar alguma função, pelo receio da cobrança e medo de que a situação se torne embaraçosa. É também o medo da humilhação e da ridicularização, devido à falta de confiança com as próprias atitudes.
A pessoa adulta que possui este tipo de fobia reconhece que seus medos são desproporcionais ou irracionais, mas não consegue controlar suas reações e a ansiedade.
As mulheres são as que mais desenvolvem a fobia social, principalmente na adolescência. Na infância, em ambos os sexos a ocorrência é igual.
Os sintomas podem ser constatados desde os primeiros anos de vida, e provavelmente se consolidam na fase adulta.

Sintomas da Fobia Social

menino tampando o rosto com papel em frente os colegas de turma em sala de aulaA exposição a circunstâncias sociais gera sintomas de ansiedade desconfortantes como tremor, vermelhidão da face, sudorese excessiva, desconcentração e palpitação.
No início a pessoa suporta as circunstâncias sentindo toda gama de sintomas, mas a tendência é passar a evitar. Ás vezes a pessoa pode até conseguir se expor a algumas situações, mas o faz com grande temor.
Possivelmente pode ter ocorrido alguma situação que tenha causado uma vulnerabilidade a contatos sociais, desencadeando a partir deste evento os sintomas. Devido a experiência posteriormente vivida, fatalmente a tensão antecipatória povoará a mente da pessoa, fazendo-a se esquivar, o que provoca alívio que é sucedido por sentimento de culpa.
Quanto mais a pessoa alimentar o medo mais reforçará os sintomas e a tensão, agravando ainda mais a fobia. Em casos mais graves a pessoa acaba tendo crises de pânico ao sair de casa, acompanhado por tontura, ânsia e vômito.
O mundo é considerado como perigoso, então a pessoa está sempre atenta a uma ameaça, ou seja, algo de ruim que possa acontecer, teme o julgamento alheio e autocritica-se, mantendo uma percepção distorcida dos próprios comportamentos, busca o isolamento.
São pessoas perfeccionistas, que se sentem anormais, inferiores e incapazes, nutrem pensamento negativo constantemente, a auto-imagem é tida como inadequada, logo se afastam totalmente do convívio social.

Tratamento para Fobia Social

homem amarrado no meio de varias pessoas na ruaA maioria das pessoas que desenvolveram este tipo de fobia geralmente não procura tratamento, devido as próprias características do transtorno. Porém, para o tratamento é imprescindível terapia psicológica, e também o uso de psicofarmácos antidepressivos e antiansiolíticos.
A terapia pode ser individual e grupal com pessoas que possuem a mesma fobia.
À família cabe a orientação por parte do psicólogo de como apoiar e ajudar nas dificuldades apresentadas pela pessoa.

O isolamento intensifica cada vez mais a fobia e vai impedindo que a pessoa abandone o medo de ameaça iminente. Para tanto, a Fobia Social além de ser grave é incapacitante e limitante e pode se tornar crônica, afeta a pessoa em todos os sentidos, no trabalho, na escola e em todas as relações sociais.

GD Star Rating
loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>